• Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • Vimeo
  • Google +
  • Pinterest

Superação física e emocional

Hoje a nossa história de superação, além da perda de peso, houve também superações emocionais. Muitas pessoas irão se identificar com a história dela e vale a pena compartilhar.

Eu sou Juliana, uma enfermeira de 29 anos e que até antes de começar a trabalhar sempre fui magra, ou “falsa magra”. Após a minha formatura e começar a exercer minha profissão, comecei a trabalhar incansavelmente para realizar alguns sonhos antigos, e um deles era o tão sonhado casamento. Trabalhava 24 horas por dia, me alimentava super mal e quase não descansava, tudo em prol de juntar dinheiro para o casamento. Passei nesse momento de um equilíbrio corporal para a disfunção total.

FullSizeRender (2)

 

Meu peso ficava em torno de 55 a 57 kg e passei para 67 kg; vestia o tamanho 38 e passei para o 42; vivia doente, sonolenta, sem disposição para nada, minhas pernas se enchendo de micro varizes, a olheira reinava no meu rosto, queda de cabelo, espinhas mil, intestino preso (ficava até 1 semana sem evacuar), e outros problemas mais. O pior disso tudo é que eu me olhava no espelho e ficava bem, me via bonita, magra e feliz. Um belo dia meu castelo de conto de fadas caiu.

Fui traída da pior maneira possível e ainda por cima vivia irritada e mal humorada com o mundo e com todos. A única coisa que me alegrava e me distraia era o ballet. E por mais que meu corpo reclamava e ficava feio, minha auto estima era ótima, super positiva. Chorei por alguns dias, mas logo recuperei o gosto pela vida. Decidi voltar a ficar linda e magra como era antes e voltar a ter saúde principalmente, mas antes disso, eu fui afogar todas as minhas últimas mágoas em NY. Quando voltei (renovada) tratei de ir em uma endócrino para me ajudar no meu processo de emagrecimento, fiz diversos exames, que constataram que a pesar dos pesares, minha saúde estava ok.

post

Em agosto de 2013 começou a primeira fase do processo, foram 3 meses de apenas dieta hipocalórica, aprendi a comer em menos porções e de 3/3 horas. Após essa fase inicial já tinha eliminado 7 kg, então entrei na segunda fase do processo, onde mantive a mesma dieta, porém com atividade física liberada. Quando entrei na academia em novembro de 2013 meu percentual de gordura era de 28% e peso de 60 kg. A proposta do educador físico que me orientou foi fazer bastante exercícios aeróbicos para diminuir o percentual de gordura e menos musculação, apenas para começar a fortalecer a musculatura fraca, eu fazia aeróbico 5 X por semana intercalando entre corrida, bike, transport e spinning. Aqui então comecei a me interessar e muito pelo mundo fitness e saudável e comecei a perceber que eu não precisava de dieta e sim de uma reeducação alimentar, uma coisa mais ampla e que engloba muito mais esforço e determinação.

IMG_2504

 

Quando cheguei no meu peso mais magro (55 kg e 22% de gordura) mudei o foco dos meus treinos e da minha alimentação, passei a fazer aeróbico 3 X por semana (porém mais intenso) e musculação 5 X por semana, nesse momento passei a pegar mais pesado e fazer dieta hiperproteica e suplementação (com orientação), chegando enfim ao meu corpo e peso atual, 63 kg e 15% de gordura corporal.

Hoje, após 1 ano e meio de atividade física regular eu acrescentei o crossfit na minha vida. Atividade que eu amo e complementa meus treinos. Ao longo desse processo todo o único medicamento que tomei foi uma fórmula manipulada prescrita pela minha endócrino que consiste em um composto fitoterápico para regularizar meu intestino e vitaminas para diminuir a vontade de comer doce e aumentar minha imunidade.

IMG_2499

 

Atualmente eu faço uso de whey protein, BCAA, devido a minha alta carga de atividade física e tomo também termogênico para aumentar o metabolismo e facilitar a queima de gordura. Não fiz nenhum procedimento cirúrgico até então. Pretendo um dia fazer lifting nos seios (mas só depois de ter filho), e não recrimino pessoas que escolheram métodos cirúrgicos para emagrecer, porém não vejo isso como uma fórmula saudável de vida. Eu penso que se há esforço, há vitória! Minha vida era comer junk food, viva comendo no MC donald’s, rodízio de massas e pizzas, sorvete, refrigerantes, esfirras, batata frita, quase não comia frutas e nem tomava sucos naturais, enfim, total descontrole alimentar.

Hoje, minha realidade é outra completamente diferente, me alimento regularmente de 3/3h, como muitas frutas, verduras e legumes, carnes magras e grãos integrais, bebo muita água, alimentos funcionais e mesmo estando de plantão eu levo uma bolsa térmica com minha dieta para a noite toda; reduzi a quantidade de plantões (hoje faço apenas o meu), com isso regularize minha rotina de treinos e descanso; malho religiosamente 5 X por semana intercalando em 2 treinos ( treino 1: quadríceps + adutor de coxa + abs supra e oblíquo + peito e costas. Treino 2: glúteo + posterior de coxa + abdutor + abs infra + biceps + triceps + ombro) dá uma média de 1:30 h de treino. Como trabalho dia sim e dia não, no dia que eu trabalho costumo fazer um treino aeróbico também, o que eu mais gosto é o transport, faço 40 min intercalando entre velocidade X carga e tabata (procuro fazer 3 tabatas, o que já dão 12 min de treino hiit), e nos meus dias de folga faço crossfit, ou seja, 3x por semana. Confesso que no início foi extremamente difícil para mim, hoje não digo que é fácil, mas afirmo que meu corpo se acostumou com essa rotina e o dia que não consigo treinar, me sinto mal e com peso na consciência. Quando você vê as mudanças no seu corpo, sua barriga ficando linda, seu bumbum durinho e as pessoas te elogiando, você fica incentivada a continuar cada vez mais e mais.

IMG_2495

 

Até hoje eu não fiz nenhum tratamento estético, não por querer, mas sim por questões financeiras mesmos, os tratamentos ajudam e muito a melhorar o aspecto da pele e elimina gorduras indesejadas, porém, na minha escala de objetivos, eu prefiro investir meu dinheiro em viagens, alimentação, treinos, estudos e descanso. Quando alguém me pergunta o que eu fiz para chegar onde estou, eu respondo : foco, persistência, determinação e fé, o caminho da vitória sempre foi  e sempre será a disciplina. Perder grande peso e se manter magra e bonita não tem muito mistério, é apenas uma questão de disciplina. Espero que você tenha gostado do pouco da minha história. Obrigada pela oportunidade.

Dica da Lud:

Se ame em primeiro lugar. Supere sempre e não se deixe cair. Espero que tenham gostado.