• Instagram
  • Twitter
  • YouTube
  • Vimeo
  • Google +
  • Pinterest

Comece e termine o dia com bom humor

Dê adeus ao nervosismo, ao cansaço e ao baixo astral. Ao desânimo, à preguiça e adiamento da vida. Quem está sempre ansioso e nervoso acaba achando que tudo vai dar errado, não vai dar tempo, o mundo fica pesado e muitas vezes sobre as costas. Xô baixo astral. Xô mau humor.

A boa notícia. Dá para dar uma super força para sair dessa. Basta aprender a monitorar e controlar seus pensamentos. Botar seu corpinho para agitar na atividade física (a mais prática e divertida que você encontrar) e tudo isso super acompanhado por uma boa seleção de alimentos que a nossa nutricionista Érica de Assis irá nos mostrar.

Alguns alimentos são capazes de estimular a secreção de neurotransmissores (responsáveis pela transmissão de impulsos nervosos no cérebro, relacionados às sensações).

Tais alimentos podem melhorar o ânimo através do estímulo à produção de neurotransmissores (como serotonina, endorfinas e dopamina) relacionados ao bem-estar.

A produção de serotonina pode ser modulada através do aminoácido triptofano e da presença de carboidratos.

Cabe ressaltar que longos períodos em jejum, e dietas isentas ou muito restritas em carboidratos, por reduzirem os níveis de glicose sanguínea, e por não estimularem a produção de serotonina, podem prejudicar o humor e favorecer a depressão. Portanto, mais um motivo para alimentar-se de 3 em 3 horas, e para incluir carboidratos complexos (de baixa carga glicêmica) no seu plano alimentar!!!

Segue abaixo alguns alimentos que podem contribuir para modulação do humor:

Banana

Depositphotos_1038590_l

Fonte de vitamina B6, que vai garantir vitalidade, e de carboidratos que atuam estimulando a produção do neurotransmissor serotonina.

Folhas verde-escuras

Fontes de magnésio e de ácido fólico, além de potássio, vitaminas A, C e do complexo B. Conferem vitalidade, e ajudam a manter o equilíbrio do sistema nervoso central. Ademais, a clorofila auxilia o processo de destoxificação do organismo!

Alface

Apresenta ação relaxante, devido à presença da lactucina. É ainda fonte de lítio que atua no controle da ansiedade e depressão.

Sementes oleaginosas

Ricas em gorduras boas, além de fonte de proteínas e minerais. São as castanhas-do-Brasil, nozes, avelã, macadâmia, amêndoas, entre outras. As oleaginosas são fontes de selênio, que é um potente antioxidante, auxiliando, portanto, no combate aos efeitos deletérios do estresse. Ideal consumir nos lanches, em pequenas quantidades.

Aveia

Rica em triptofano, também modula a liberação de serotonina, e é também boa fonte de selênio, vitaminas do complexo, vitamina E, e silício.

Pimenta vermelha

Red Hot Chili Peppers in bowl over wooden background

A capsaicina, presente na pimenta vermelha, estimula a produção de endorfina, neurotransmissor que promove sensação de euforia. Agregar pimenta às preparações colabora para o bom humor.

Ovos

Contêm substâncias que garantem o bom humor, como a tiamina e niacina (vitaminas do complexo B), além serem importantes para a manutenção da memória. A gema é ainda excelente fonte de colina, importante para a manutenção da função cognitiva, melhora a aprendizagem, e a coordenação motora.

Peixes e frutos do mar

Fontes de zinco, fundamental para a promoção do bom humor, de selênio e de ômega 3. Atuam através de seu potencial anti-inflamatório, e auxiliam ainda no combate a fadiga e ansiedade. Baixos níveis de ômega 3 estão associados a um aumento na liberação de cortisol (hormônio do estresse).

Chocolate amargo

Depositphotos_1983339_m

O chocolate amargo (com ao menos 55% de cacau) é um dos alimentos com maior impacto positivo no humor! O cacau presente neste alimento estimula a liberação de endorfinas, elevando o nível de euforia e bem estar.  O cacau apresenta ainda teobromina, fenilalanina e tirosina, que auxiliam no combate a ansiedade e depressão. Atenção ao tipo de chocolate ingerido! Dicas da nutricionista funcional: Evite as versões ao leite, que são pobres em cacau e ricas em açúcar e gorduras. Vale ainda destacar, que a quantidade diária a ser ingerida, via de regra, não deve ultrapassar 25 a 30g.

Linhaça

Wooden scoop with flax seeds

Estudos relacionam as lignanas, presentes na linhaça, como indutor da redução da pressão arterial durante estágios de estresse mental, e na redução de cortisol em mulheres pós-menopausadas.

Abacate

Avocado

O abacate apresenta gorduras monoinsaturadas, que são promotoras de saciedade, além de ter ação moduladora da insulina no nosso corpo, ajudando no equilíbrio da glicose sanguínea, e reduzindo a chance de acúmulo de gordura corporal. Ademais, é riquíssimo em nutrientes antioxidantes e antinflamatórios como as vitaminas A, E, complexo B, glutationa, e magnésio. Apresenta também, ação moduladora sobre o cortisol, “hormônio do estresse”, que quando em excesso dificulta a perda de peso. Portanto, utilize o abacate no seu dia a dia, em pequenas porções, como por exemplo: 1 fatia fina em saladas, 1 colher de sopa nas vitaminas/sucos ou como base de “pastinhas” e mousses!!!

Dica da Lud:

Bom, depois dessa injecão de alimentos para o bom humor, você não terá mais desculpas pra ficar com aquela cara de quem comeu e não gostou, né?